Logotipo Telex Soluções Auditivas
Icone do YouTube Icone do Facebook
icone lupa

Depoimento

Adriano, Advogado - SP

Adriano, Advogado - SP

Hoje não vou falar sobre paternidade e sim sobre algo pessoal, mas que faz muita diferença para mim em relação à minha mulher, meus filhos e minha família:

Sou surdo desde os 7 meses de idade, quando contraí meningite. Passei a utilizar aparelhos auditivos em ambos os lados desde que tinha 4 anos de idade.

A minha fonoaudióloga diz que eu literalmente “tiro leite de pedra” ou seja, sempre me virei em relação à minha surdez. Tenho uma perda auditiva severa de ambos os lados, sendo que sem aparelhos eu não consigo ouvir, com exceção dos sons fortes, como latidos de cachorros próximos ou porta batendo.

Eu fui oralizado e alfabetizado como uma pessoa sem problemas auditivos. Não sei usar a língua de sinais e me destaco em ambientes ruidosos com a leitura labial, que treinei durante anos.

Assim, desde que me conheço como pessoa, utilizo aparelhos auditivos.

Já usei diversas marcas diferentes.

A recomendação para trocar os aparelhos é em torno de 5 anos.

Eu já estava usando os meus há um bom tempo.

Chegou a hora de buscar um novo aparelho.

A primeira coisa a ser feita é buscar um otorrinolaringologista e um fonoaudiólogo. Sem estes profissionais fica impossível descobrir o aparelho que mais necessitamos. Eles irão realizar diversos exames como audiometria para verificar a existência da perda auditiva e selecionar o melhor aparelho para a perda.

No meu caso, eu tenho uma fono que me acompanha desde os meus 9 anos, a Edilene Boechat. Profissional extremamente competente, sabe procurar no meio de tantas informações o que realmente necessitava.

E, conversando com a Edilene, passei a missão para ela: Buscar os meus novos aparelhos, que me trouxessem algo de novo, e principalmente algo que me ajudasse a ouvir (e entender) o que os meus filhos, com suas vozes agudas me dizem.

Foi quando tomei o conhecimento de uma marca que nunca tinha ouvido falar: Oticon, que faz parte do grupo da Telex, modelo PW70. Este foi um dos modelos que a Edilene testou dentre vários outros de diversas marcas. Eu até ajudei fazendo uma tabela com minha percepção sobre cada dupla ( direito e esquerdo) de aparelhos de marcas diferentes que levava para casa em experiência depois das inúmeras testagens que ela faz no consultório.

Mas este em especial me agradou muito.

Curioso que sou, passei a buscar o que esta marca oferecia bem como testar melhor os aparelhos em diversas situações:

Primeiramente me chamou a atenção a possibilidade de conexão, via bluetooth. Eu já conhecia esta tecnologia mas nunca usava pois dependia de outros aparelhos para conectar. Com este descobri uma ótima ferramenta: Ao conectar com o meu celular, e, tocando uma chamada, recebo um baixo toque, conseguindo falar sem utilizar das mãos, com o som diretamente nos meus ouvidos!

A segunda coisa foi o design e o tamanho dele. A quantidade de recursos que o aparelho oferece dentro daquela caixinha me surpreendeu e muito. Pela primeira vez em anos eu achei um aparelho que, ao colocar o volume no máximo me incomodava o som! O que? eu deixar o volume um pouco mais baixo? Como assim??

E o que mais gostei: A clareza e qualidade sonora, já que o aparelho tem um chip que possibilita uma amplificação de som totalmente nova, me trazendo assim, sons mais claros e “limpos” sem distorção. Pirei nisto!

Uma situação prática que, juro, sem melodramas, mas me fez ficar muito emocionado? Aconteceu 2 vezes ao mesmo tempo:

Fui ver um filme dublado com meus filhos e ao selecionar um programa para este tipo de situação, passei a entender o que estava sendo dito na tela! Acredite, só quem passa por isto sabe como é impossível compreender todas as falas em cinema! E o melhor, o meu filho Deco adora falar comigo no cinema, mas fala cochichando e não é que ouvia e entendia o que ele contava?! Naquele momento quase dei um grito de alegria e decidi ali mesmo que este seria o meu próximo aparelho.

Em casa ouvi o som do interfone, que antes não ouvia. Escuto os chamados de minhas filhas quando antes nem percebia.

Consigo participar ativamente de uma reunião com mais de 4 pessoas.

Ouço em alto e bom som conversas telefônicas.

Entendo (as vezes até demais) o que os meus filhos contam!

Alguma dúvida se fiquei com este aparelho?

Eu amei e decidi escrever este post para que outras pessoas conheçam esta marca, que tem há algum tempo no Brasil mas não é amplamente divulgada, recomendo e muito!

Conlulte seu médico
Sempre consulte seu médico otorrinolaringologista

© 2000-2016 Centro Auditivo Telex LTDA

F T